arquitetura bioclimática

CASA EFICIENTE E COM CONFORTO TÉRMICO

CASA2.jpg
CASA1.jpg
Residência Nova Lima/MG

Residência Nova Lima/MG

Varanda.jpg

PROJETO EM ARQUITETURA BIOCLIMÁTICA

O projeto de uma residência tem, certamente, maior potencial de utilização de recursos naturais de condicionamento térmico, iluminação e soluções para conforto, do que qualquer o outro projeto arquitetônico. Esta edificação adotou soluções bioclimáticas ainda na fase de projeto e alcançou, além da economia de energia e de água, um ambiente saudável, agradável e com conforto térmico nas distintas estações do ano.

EFICIÊNCIA E CONFORTO TÉRMICO

Foram utilizados materiais e tecnologias capazes de gerar menor consumo de energia e água e maior conforto térmico, a partir de adoção de estratégias bioclimáticas adequadas ao local de implantação. 

OTIMIZAÇÃO NO CONSUMO DE ÁGUA E ENERGIA

Optou-se pelo aproveitamento da água de chuva, coletor solar para aquecimento, geração de energia fotovoltaica, paisagismo inteligente e automação residencial. Foi feito análise de custo benefício e de payback.

ESTUDOS E ESTRATÉGIAS BIOCLIMÁTICAS

Os estudos bioclimáticos possibilitaram projetar grandes janelas voltadas para as belas paisagens, com temperatura interna adequada, tanto no inverno quanto no verão.

A estratégia de incluir um pergolado superior nas janelas dos quartos e recuo do pavimento para abrigar varanda em frente às salas, protege os ambientes da incidência direta do sol nos horários mais quentes.

As dimensões das paredes externas e também a especificação de produtos de acabamento internos e externos garantiram conforto térmico aos ocupantes, em todos os meses do ano.

A orientação das fachadas ajudam no aquecimento durante o inverno, já que nesta época do ano o sol incide de maneira mais reta, aquecendo e levando o calor para o interior da residência.

No verão, com o sol mais alto, não há incidência direta, apenas claridade. No alto desta fachada há ainda uma veneziana móvel que auxilia na saída do calor.

ESTUDOS PARA USO DOS RECURSOS NATURAIS

Com uma área de telhado de 142m2 e um potencial de captação calculado de 13.000 litros/mês, a residência utiliza a captação da água de chuva para irrigação do jardim, lavagem de veículos e calçada. Além da captação de água de chuva, foi especificado bacias de dual flush de 3 e 6 litros, torneira com redutores de pressão nas pias de cozinha, tanque e torneiras externas e utilização de torneiras com misturador de água quente e fria nos banheiros. Todas essas ações trazem economia na conta de água da residência.

MICROGERAÇÃO DE ENERGIA

Optou-se por implantar uma micro usina fotovoltáica para geração de eletricidade, através da captação da energia solar. Trata-se de uma planta de micro-geração de potência de 3,43 kW, que produz em média 370 kWh por mês. Isto significa uma redução na conta mensal de energia da ordem de R$ 303,00.